Você conhece a Lptennis?

Automatize completamente seus rankings, torneios, barragens e faça gestão de aulas, locações, agenda de quadras e financeiro de maneira prática e rápida. Os jogadores tem uma rede social exclusiva do tênis e possuem painel de desempenho, H2H e histórico de jogos.


Conheça os diferentes tipos de torneios de tênis no mundo!

A cada Grand Slam, entusiastas e amantes de tênis do mundo inteiro ficam vidrados acompanhando os mais geniais tenistas da atualidade disputarem partidas memoráveis em busca do topo do ranking mundial. Poucos dão atenção, no entanto, aos outros tipos de torneios de tênis que conduziram a carreira de todos aqueles grandes jogadores até ali.

Neste post, vamos conhecer um pouco mais sobre esses outros torneios e saber qual é a trajetória de um tenista até chegar ao topo. Confira:

Futures

O primeiro passo na carreira de um tenista profissional são os torneios da série Future, reguladas pela Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês).

Nessa categoria, cada torneio concede prêmios na faixa de U$10 mil a U$15 mil. Nos eventos com premiação de 10 mil, 128 tenistas disputam as 32 vagas na chave principal. Já nos de 15 mil, a fase de qualificação conta com apenas 64 jogadores.

Os participantes dos circuitos de Future precisam ganhar no mínimo uma partida para começarem a acumular pontos no ranking da ATP e, assim, serem aceitos nos outros tipos de torneios de tênis mais competitivos.

Challengers

O segundo degrau na carreira do tenista profissional é a série Challenger. Aqui, cada competição requer um ranking mínimo para participação nos eventos.

Organizados pela ATP, a Associação de Tenistas Profissionais, a série Challenger paga prêmios que variam de U$35 mil a U$150 mil. Praticamente todos os grandes tenistas do mundo jogaram na Challenger no início das suas carreiras, incluindo Pete Sampras, Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic.

É na Challenger que muitos jogadores profissionais passam a maior parte da sua carreira, raramente ascendendo aos eventos principais. O auge de um jogador nesse nível provavelmente será o limite do top 100. Na média, sua posição deverá variar entre 150º e 250º do mundo.

ATP World Tour

A série ATP World Tour é o degrau que define a vida do tenista profissional. São eventos disputados nos seis continentes, em quadras abertas ou fechadas e com todo tipo de piso: rápido, saibro ou grama.

Os torneios da série ATP World Tour são organizados em três níveis e nomeados de acordo com a quantidade de pontos no ranking que concedem ao seu vencedor.

ATP 250

Com a premiação girando em torno de U$500 mil e U$1 milhão, essa categoria concede ao vencedor 250 pontos no ranking mundial. É um torneio usado como preparação para as competições maiores. O Brasil Open, disputado em São Paulo, normalmente faz parte da série ATP 250.

ATP 500

A premiação varia entre U$750 mil e U$1,5 milhão. Dá ao vencedor 500 pontos no ranking da ATP. Em 2015, foi disputado em 11 países. O Rio Open, realizado no Rio de Janeiro, foi um desses eventos, consolidando cada vez mais o Brasil como parte do circuito de tênis profissional.

ATP Masters 1000

A série Masters 1000 é normalmente disputada em nove torneios ao longo do ano. Participam obrigatoriamente os tenistas mais bem colocados no ranking. O vencedor acumula mil pontos e a premiação oscila de competição para competição. O vencedor dos eventos da série Masters 1000 ganha automaticamente uma vaga em um Grand Slam.

Grand Slams

O patamar máximo do tenista profissional é o Grand Slam. São quatro torneios por ano, todos organizados pela ITF. As carreiras dos mais lendários tenistas são lembradas por suas participações nos gramados de Wimbledon, no saibro de Roland Garros e nas quadras duras do Australian e do US Open.

Além de conceder aos seus vencedores um lugar na história, o vencedor de um Grand Slam ganha 2 mil pontos no ranking da ATP e uma parte generosa dos U$20 milhões oferecidos aos participantes como prêmio.

ATP World Tour Finals

Apesar de ser considerado um torneio menos prestigioso que os quatro Grand Slams, para jogar o World Tour Finals você precisa estar entre os melhores dos melhores. Geralmente, apenas os oito tenistas mais bem ranqueados participam dessa competição, que dá aos vencedores uma premiação que varia de U$1 a U$2 milhões e uma pontuação entre 500 e 1,5 mil pontos no ranking da ATP.

E aí? Que tipos de torneios de tênis você sonha disputar? Onde você está na sua trajetória? Deixe um comentário!

Rogério Frederico

Especialista em atendimento ao cliente e responsável pelo "customer success" e métricas de desempenho da Lptennis. Vibra gritando C'mon toda vez que ajuda alguém!!!

São Paulo, Brasil http://Lptennis.com

Você conhece a Lptennis.com?


Automatize completamente seus rankings, torneios, barragens e faça gestão de aulas, locações, agenda de quadras e financeiro de maneira prática e rápida. Os jogadores tem uma rede social exclusiva do tênis e possuem painel de desempenho, H2H e histórico de jogos.

Saiba mais em Lptennis.com




Inscreva-se no Blog da Lptennis.com

Receba nossos artigos e atualizações diretamente no seu e-mail.

ou inscreva-se via RSS com o Feedly!