Saiba como funciona o Hawk-Eye no tênis

Curiosidades Mar 21, 2017

Não é novidade que inovações vêm auxiliando cada vez mais os árbitros de vários esportes ao redor do mundo. Por ser um jogo muito rápido, o tênis utiliza um sistema quase perfeito para revisar as chamadas dos juízes: o Hawk-Eye.

Neste post explicamos como tal tecnologia pode ser útil nas competições. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O funcionamento do Hawk-Eye

O Hawk-Eye rastreia e pode até prever o movimento da bola usando sensores e várias câmeras de vídeo de alto desempenho espalhadas pela quadra, criando uma imagem 3D muita precisa. Com o sistema, jogadas que passam despercebidas a olho nu ou até mesmo na gravação padrão podem ser solucionadas por meio das revisões.

exemplificação do funcionamento do hawk-eye

Apesar da tecnologia trazer uma grande mudança para o mundo do esporte, ela não é perfeita. O Hawk-Eye tem uma pequena margem de erro de 3,6 milímetros.

A chegada ao tênis

A tecnologia foi testada pela primeira vez no tênis durante a derrota de Serena Williams para Jennifer Capriati nas quartas de final do US Open 2004. Com a ajuda do sistema, foram constatados diversos erros cometidos pela juíza Mariana Alves, que acabou sendo excluída da competição.

Após testes realizados no ano seguinte, o US Open 2006, que teve Roger Federer e Maria Sharapova como vencedores, foi o primeiro Grand Slam a utilizar o Hawk-Eye.

O sistema foi usado inicialmente por comentaristas de críquete, mas atualmente está presente em vários outros esportes. Além das competições de tênis, o Hawk-Eye também é usado no futebol, com a tecnologia na linha do gol. Vôlei, sinuca e o próprio críquete são outros exemplos de esportes que são adeptos dessa tecnologia.

Como o Hawk-Eye mudou as regras

Em março de 2008, a Federação Internacional de Tênis — juntamente com a ATP e WTA — unificou as regras relacionadas ao Hawk-Eye.

Nos principais torneios, cada jogador tem direito a 3 desafios por set. Caso o atleta estiver correto, a pedida não é perdida. Em situações que a partida vai para o tie-break, cada tenista recebe uma chance de questionar marcações dos árbitros.

Em jogos realizados no piso de saibro o sistema não é necessário, porque a bola fica marcada na quadra.

O Hawk-Eye não serve apenas para árbitros e jogadores durante o jogo. No tênis, as revisões são exibidas nos telões das quadras, causando um momento único para os espectadores da partida. As emissoras de TV também usam as imagens para analisar os jogos, melhorando também a transmissão como um todo. Veja alguns desafios milimétricos:

Além de elevar o nível do espetáculo e do jogo, o sistema também é utilizado por atletas e treinadores para aumentar o desempenho. Com a ajuda da tecnologia é mais fácil gerar estatísticas e analisar os pontos fracos por meio das diversas câmeras.

Além de trazer uma enorme revolução tecnológica, o Hawk-Eye vai além, melhorando quase todos os aspectos do esporte. Jogadores, treinadores, árbitros e amantes das modalidades que contam com o sistema tiveram sua experiência aprimorada.

Erros

Nos jogos amadores ou em torneios as vezes temos muitas discussões se a bola foi boa ou fora. Se não fosse pelo Hawk-Eye teríamos jogadores profissionais irritadíssimos com os juízes. Veja estes desafios "malucos" feitos por jogadores de todos os níveis

A maquina também já cometeu erros. Em um jogo com Fabio Fognini o Hawk-Eye acabou confundido-se em definir se foi dentro ou fora. Será que os 3,6 milímetros da margem de erro causaram este erro?

Apesar das diversas melhorias já analisadas no post, o Hawk-Eye também é alvo de questionamentos. Você concorda com um uso de tecnologia no esporte? Deixe um comentário!

Tags

Rogério Frederico

Especialista em atendimento ao cliente e responsável pelo "customer success" e métricas de desempenho da Lptennis. Vibra gritando C'mon toda vez que ajuda alguém!!!

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.