Você conhece a Lptennis?

Automatize completamente seus rankings, torneios, barragens e faça gestão de aulas, locações, agenda de quadras e financeiro de maneira prática e rápida. Os jogadores tem uma rede social exclusiva do tênis e possuem painel de desempenho, H2H e histórico de jogos.


Money - as cifras e marcas do tênis

O tênis é um esporte entendido popularmente como aquele praticado pelas classes mais altas e por integrantes das altas rodas da sociedade. Tal alcunha o acompanha desde suas origens até os dias de hoje. Quando o assunto é crescimento financeiro o tênis apresenta crescimento exponencial. Veja no exemplo abaixo como era premiação do US Open, em 1970.

Fonte: Francisco Leite Moreira/Facebook

Para se ter uma ideia, a edição de 2017 do torneio distribuiu U$S 50,4 milhões em prêmiação, o espanhol Rafael Nadal, campeão dessa edição, levou para casa a bagatela de U$S 3,7 milhões. O perdedor na primeira rodada levou U$S 50 mil, mais que o dobro do campeão de 1970.

Em contrapartida, o oásis oferecido pelos torneios maiores não é comum ao circuito, grande parte dos torneios menores, os chamados futures e challengers¸ que concentra tenistas em transição de carreira do juvenil para o profissional ou aqueles que não têm ranking para entrar nas chaves dos torneis maiores, distribuem premiações bem mais modestas. Os futures costumam a ter premiação base de U$S 10 mil e oferecem hospedagem aos tenistas, ao passo que os challengers maiores chegam a distribuir cerca de U$S 50 mil em premiações. O tradicional challenger de Campinas, que se encerrou na primeira semana de outubro, é um desses exemplos. O campeão Gastão Elias, tenista português, levou para casa a quantia de U$S 7.200.

Patrocínios

Faz parte da cultura organizacional de empresas grandes o investimento em esporte. Boa parte do budget da área de marketing tem como destino ações de ativação com atletas do circuito profissional.

Rolex

A fabricante suíça de relógios de luxo Rolex é uma empresa que tem embaixadores no tênis e apoia o esporte. A parceria da marca com o tênis é antiga, e remonta a 1978, quando se tornou o “relógio oficial” de Wimbledon. Além do tradicional torneio inglês a marca patrocina outros eventos como: Australian Open, a Laver Cup, o ATP Finals, além dos Masters Series de Xangai, Monte Carlo e Indian Wells.

O grande embaixador Rolex é o suíço Roger Federer, por representar da marca valores como: graça, elegância, performance superior e excelência. Outros atletas patrocinados são: Dominic Thiem, Milos Raonic, Grigor Dimitrov e Jo-Wilfried Tsonga.

No feminino, a marca é uma das patrocinadoras do WTA Finals e tem como embaixadoras tenistas integrantes do top 10 como: Garbiñe Muguruza, Angelique Kerber e Caroline Wozniacki.

Peugeot

A montadora francesa é outra marca que está ligada ao tênis. Recentemente a empresa firmou uma parceria com a Confederação Brasileira de Tênis, numa iniciativa de marketing que conta também com patrocínio Platinum do circuito ATP, estando presente em cerca de 30 torneios.

Para mostrar sua força no tênis, a marca é patrocinadora de nomes como: Novak Djokovic, Alexander Zverev, David Goffin, Pablo Carreno Busta, David Ferrer, Gilles Simon, Lucas Pouille, Juan Martin Del Potro, além do ex-tenista Gustavo Kuerten.

Lacoste

Idealizada pelo ex-tenista René Lacoste, vencedor de oito títulos de Grand Slam, a marca de vestuário tem ligação estreita com o tênis, fornecendo o uniforme oficial dos juízes de linha, boleiros, mascotes, equipe ATP e juízes de cadeira, desde 2002. Entre os tenistas, a marca patrocina Novak Djokovic, Roberto Bautista Agut, Nicolas Mahut, Pierre Hugues Herbert, Jullien Benneteau, Benoit Paire, Jeremy Chardy, além de Gustavo Kuerten. No feminino a marca patrocina Dominika Cibulkova

Ranking de premiações da temporada

Em 2017 o circuito viu o ressurgimento de Rafael Nadal e Roger Federer, que retornaram de contusões e alcançaram ótimos resultados, que os levaram diretamente ao topo do ranking de premiações, este ano:

1º Rafael Nadal – U$S 11.904, 615 (U$S 90. 641,902 na carreira)
2º Roger Federer – U$S 9.419,735 (U$S 108.250,560)
3º Alexander Zverev – U$S 3.651,405 (U$S 5.686,720)
4º Dominic Thiem – U$S 3.134,653 (U$S 8.358,243)
5º Marin Cilic – U$S 2.886,045 (U$S 19.800,399)
6º Grigor Dimitrov – U$S 2.755,903 (U$S 10.264,636)
7º Stan Wawrinka – U$S 2.802,544 (U$S 30.623, 544)
8º Pablo Carreno Busta U$S 2.300,831 (U$S 5.198,754)
9º David Goffin – U$S 2.133, 810 (U$S 7.238,392)
10º Novak Djokovic U$S 2.083,741 (U$S 109. 805,403)

Impressionante esses valores, não? Sentiu falta de algum dado ou valor? Conte para nós nos comentários!

Nill Cavalcante

Relações públicas e especialista em mídias sociais e corresponsável pelo blog da Lptennis. Seu sonho é parar de perder pontos por foot fault e sair da quadra com a mesma calma que entrou

São Paulo, Brazil http://Lptennis.com

Você conhece a Lptennis.com?


Automatize completamente seus rankings, torneios, barragens e faça gestão de aulas, locações, agenda de quadras e financeiro de maneira prática e rápida. Os jogadores tem uma rede social exclusiva do tênis e possuem painel de desempenho, H2H e histórico de jogos.

Saiba mais em Lptennis.com




Inscreva-se no Blog da Lptennis.com

Receba nossos artigos e atualizações diretamente no seu e-mail.

ou inscreva-se via RSS com o Feedly!