Você conhece a Lptennis?

Automatize completamente seus rankings, torneios, barragens e faça gestão de aulas, locações, agenda de quadras e financeiro de maneira prática e rápida. Os jogadores tem uma rede social exclusiva do tênis e possuem painel de desempenho, H2H e histórico de jogos.


Dicas para melhorar seu jogo de tênis: aspecto físico

Traremos essa semana uma série de posts que visam dar dicas para melhorar o seu jogo. Os posts serão divididos em quatro aspectos do tênis: físico, estratégico, tático e mental.

O post de hoje iniciará a série falando sobre o aspecto físico. Praticantes de esportes em geral praticam porque gostam, ou porque querem se manter ativos, ou porque querem melhorar seu físico, ou porque querem tudo isso ao mesmo tempo.

No caso do tênis, os tenistas sabem que jogar tênis ajuda a manter o físico, mas sabem, também, que manter o físico ajuda a jogar tênis. Independente das pretensões de cada jogador, uma verdade é certa: quanto maior o nível que se deseja jogar, maior a exigência física.

Esse post dará algumas dicas interessantes sobre quais aspectos físicos de seu jogo você pode melhorar.

1.Velocidade

Ninguém gosta de jogar contra tenistas que correm muito, pois eles “devolvem tudo”, o que chega a frustrar muitos jogadores.

Não à toa a velocidade é importante para um jogador de tênis. Ser rápido permite o tenista chegar com antecedência nas bolas, o que dá a ele vantagem nos ralis, interceptando a bola sempre à frente do corpo. Além disso, ser rápido permite o tenista se defender com mais facilidade – chegando mais vezes em bolas, teoricamente, indefensáveis.

Um bom exemplo é Andy Murray, escocês atual número 1 do mundo, que utiliza sua velocidade para devolver todas as bolas e, assim, forçar muitos erros de seus adversários (que miram a linha para fazerem um winner nele).

Exercícios de explosão ajudam o tenista a desenvolver sua velocidade dentro de quadra.

2.Força

Quando se fala de força no tênis, é comum imaginar o argentino Juan Martín Del Potro batendo seus forehands, ou o americano John Isner sacando aces e mais aces a mais de 200 km/h, ou os tenistas jovens como o austríaco Dominic Thiem dando winners de backhand a mais de 150 km/h.

Porém, a força no tênis não é sinônimo de quão forte se bate na bola ou da quantidade de músculos que um atleta possui. Tenistas principiantes acham que um braço forte os fará bater mais forte na bola. Mas não é bem assim.

A força no tênis vem, principalmente, das pernas e do tronco. Pernas fortes são a fonte da potência nos golpes dos tenistas. A transferência de força parte do chão, nos pés do tenista, passa pelas pernas, chega ao tronco para sim, por último, chegar ao braço que transfere o movimento para a raquete.

Um tronco forte é necessário, pois o movimento de rotação do tronco é fundamental na geração de potência dos golpes de base do tenista (e no saque também).

Exercícios focados para panturrilha e as coxas (quadríceps), assim como exercícios para o core (tronco e lombar) ajudarão, indiretamente, a adicionar mais força aos seus golpes através de maior estabilidade e equilíbrio, além de melhorar a postura e prevenir lesões.

3.Resistência

De quê adianta um tenista ser rápido, forte, mas não aguentar jogar um set inteiro? Ou jogar bem apenas um set e perder o fôlego para o resto da partida?

A resistência é fundamental para qualquer tenista. Dependendo do seu estilo de jogo, você pode precisar de mais ou menos resistência.

Um tenista mais agressivo, que vai para cima e encurta os pontos precisa ser menos resistente fisicamente do que um tenista que gosta de jogar atrás da linha de base buscando todas as bolas e apostando no erro do adversário.

Para aumentar sua resistência é importante fazer corridas (em superfícies “amigas” dos joelhos, como em trilhas ou pistas de corridas emborrachadas), bicicleta (lembre-se dos joelhos) e pular corda (fazer algumas séries de dois a três minutos é mais exigente do que parece).

Não há melhor exemplo de profissional resistente dentro de quadra do que o Rei do saibro, Rafael Nadal. A resistência é uma das bases de seu jogo para tornar-se tão dominante na superfície da terra batida.

4.Agilidade

Provavelmente o ponto mais negligenciado pelo tenista amador. Confundido, por vezes, com velocidade.

A agilidade é, talvez, a mais importante das dicas tratadas nesse post. Um tenista ágil tem pernas ágeis e mãos ágeis. Mãos ágeis, como as de Alexandr Dolgopolov ou Key Nishikori, movimentam a raquete com tanta rapidez que produzem uma grande quantidade de spin na bola – ajudando seus golpes serem menos erráticos e mais pesados.

Ter pernas ágeis, por sua vez, parece ser o segredo do tênis. Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic são ótimos exemplos do que pernas ágeis podem fazer em quadra.

A agilidade de um tenista permite-o chegar equilibrado nas bolas mais difíceis (como Djokovic, quando contra-ataca com as pernas bem abertas e, mesmo assim, está bem equilibrado) e permite-o usar seu melhor golpe para trabalhar o ponto (vide Federer e Nadal que preferem usar seus forehands para controlar e terminar o ponto).

Há exercícios de footwork específicos para o tênis, os quais podem ser encontrados facilmente na internet. Treinos com escadas de agilidade são os mais comuns.

Lembre-se: as dicas dadas sobre os exercícios nesse post são ideias que vocês podem agregar ao seu jogo. Por favor, peça a ajuda de um especialista para fazer exercícios específicos para cada área tratada aqui. Além de terem mais experiência e mais opções, o especialista ajudará a evitar lesões na realização desses exercícios.

O que achou das dicas de hoje? Tem alguma dúvida ou sugestão que podemos tratar em futuros posts? Deixe nos comentários.

Veja outros posts e reflexões que já fizemos na tag Melhore seu Jogo e leia dicas importantes para se tornar imbatível em quadra

Caio Guaraldo

Cursando Ciências Econômicas na Universidade Estadual de Campinas. Joga de cara fechada, mas por dentro é mais mole que maria-mole.

Campinas, Brasil http://Lptennis.com/guaraldo

Você conhece a Lptennis.com?


Automatize completamente seus rankings, torneios, barragens e faça gestão de aulas, locações, agenda de quadras e financeiro de maneira prática e rápida. Os jogadores tem uma rede social exclusiva do tênis e possuem painel de desempenho, H2H e histórico de jogos.

Saiba mais em Lptennis.com




Inscreva-se no Blog da Lptennis.com

Receba nossos artigos e atualizações diretamente no seu e-mail.

ou inscreva-se via RSS com o Feedly!