7 segredos da gestão financeira para academias de tênis

O tênis é um esporte que vem crescendo muito nos últimos anos, graças à influência de grandes atletas como Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic. Consequentemente, o aumento do número de jogadores fez com que aumentasse o número de academias, clubes e espaços voltados para o esporte, mas administrar quadras de tênis não é tão simples: exige conhecimento técnico e de gestão financeira.

Para que você consiga alavancar sua academia e garantir o sucesso desejado, é fundamental saber gerir as finanças do empreendimento.

Veja, a seguir, 7 segredos da gestão financeira para academias de tênis!

1. Fazer um planejamento financeiro

O planejamento financeiro é uma das principais ações que um gestor deve pôr em prática para controlar as finanças de qualquer tipo de empreendimento. A realização de um bom planejamento financeiro pode te ajudar a conhecer melhor o seu público-alvo, seus concorrentes e até mesmo a investir na divulgação das aulas e dos torneios de tênis, facilitando patrocínios e outros benefícios.

2. Ficar de olho no fluxo de caixa

O fluxo de caixa, assim como o planejamento financeiro, é uma das ferramentas mais importantes para que você faça o gerenciamento correto das finanças de sua academia. O fluxo de caixa é composto por ações simples e fáceis de serem implementadas.

Essa ferramenta serve para analisar toda a movimentação financeira de sua academia. O objetivo principal é organizar os gastos, de forma que seja possível identificar quais pagamentos devem ser realizados e quanto vai sobrar no fim do mês.

Com o fluxo de caixa também será possível identificar os custos fixos e variáveis. Gerenciar as finanças fará com que você saiba exatamente a quantia a ser destinada para cada atividade.

3. Separar finanças empresariais e pessoais

Uma dica importantíssima é saber separar as finanças empresariais das pessoais. É uma atitude muito comum utilizar o caixa da empresa, ou até mesmo os cartões de débito e crédito, para pagar os gastos pessoais. Porém, esse é um dos erros mais críticos da gestão financeira.

Ao misturar as finanças, você perde o controle do seu caixa e não sabe exatamente quanto gasta com sua empresa e, também, quanto recebe. É fundamental definir um pró-labore e utilizá-lo, em uma conta de pessoa física, para seus gastos pessoais. Dessa forma, será possível controlar todos os gastos pessoais e empresariais, fazendo assim uma gestão financeira adequada.

4. Preparar-se para os meses de sazonalidades

Todos nós sabemos que janeiro, julho e dezembro são meses financeiramente complicados em uma academia de tênis. Então preparar-se com antecedência para estes meses te dará mais tranquilidade.

Criar planos de pagamentos semestrais com renovações em outubro ou novembro pode ser uma alternativa. Utilizar este período para realizar torneios abertos ou clínicas intensivas também pode ajudar.

Uma outra estratégia é ter um produto de qualidade voltado para o público infantil. Em algumas vezes as crianças estão em férias e os pais não. Preencher estes dias e horários com atividades voltada para as crianças pode ser a solução.

5. Reduzir a rotatividade dos clientes

Este é um dos pontos mais importantes. Quanto maior o número de clientes fieis melhor será seu faturamento e impactará positivamente até nos meses de sazonalidade.

Isto é conquistado com o tempo, não é algo que em poucos meses você conseguirá atingir. Consistência, bom atendimento e um produto de qualidade onde os clientes vejam o retorno sobre o que estão investindo, são os pilares iniciais para atingir esta conquista.

6. Investir em plataformas de gestão

As plataformas de gestão são grandes aliada no controle financeiro, e já existem no mercado plataformas voltadas para a gestão de academias de tênis com diversos benefícios. O gestor pode investir nesse software visando uma administração mais simples e eficaz.

Dentre as principais vantagens, pode-se destacar a gestão de aulas e locação de quadras, controle dos horários (por meio de agendas), gestão dos professores e colaboradores, gerenciamento do pagamento dos clientes, monitoramento de rankings, divulgação de torneios e outros tantos benefícios, tudo isso reunido em um único lugar.

7. Verificar o andamento da gestão

A gestão financeira deve ser feita periodicamente, a fim de garantir que as ações estão tenham os resultados esperados e que tudo esteja de acordo com o planejamento. Afinal, de quê adianta se comprometer a vigiar os investimentos em um mês, mas não se preocupar em verificar se isso foi positivo para a empresa no mês seguinte?

É fundamental que o gestor esteja ciente do andamento do planejamento, do fluxo de caixa e dos demais aspectos financeiros da academia para evitar catástrofes no futuro, bem como ser capaz de contornar imprevistos que venham a surgir. Lembre-se: sua academia é uma empresa como qualquer outra! Uma boa gestão financeira abre margem para que você diversifique seus investimentos, atraindo novos clientes e fidelizando alunos.

Como anda a gestão financeira na sua academia de tênis? Compartilhe sua experiência nos comentários!

Rogério Frederico

Especialista em atendimento ao cliente e responsável pelo "customer success" e métricas de desempenho da Lptennis. Vibra gritando C'mon toda vez que ajuda alguém!!!

São Paulo, Brasil http://Lptennis.com

Você conhece a Lptennis.com?


É uma plataforma onde é possível criar e gerenciar rankings, torneios, barragens, aulas, clínicas, metodologia, locações, agenda de quadras e finanças.

Os jogadores interagem com os gestores a partir de uma rede social exclusiva para o tênis e possuem painel de desempenho, H2H e histórico de jogos.

Saiba mais em Lptennis.com




Inscreva-se no Blog da Lptennis.com

Receba nossos artigos e atualizações diretamente no seu e-mail.

ou inscreva-se via RSS com o Feedly!