10 Tipos de chaves para torneios de tênis

Torneios de tênis são sensacionais. Proporcionam jogos épicos e colocam à prova todo o treinamento dos participantes. Todo tenista lembra com carinho do jogo em que foi campeão pela primeira vez.

Existem diversos modelos de torneios de tênis. Dependendo do utilizado, o objetivo pode ser uma maior disputa pelo troféu, um ambiente para confraternizações ou até mesmo oferecer mais chances para os jogadores que costumam ficar nervosos nas primeiras partidas.

Neste post listamos 10 diferentes formatos de chaves para você proporcionar ou ter novas experiências em competições.

1 - Eliminatória simples

Esta é a chave de torneio mais utilizada em competições de tênis. Consiste basicamente de confrontos diretos, e os perdedores têm a sua participação na primeira derrota.

Chave de eliminatória simples

Apesar de sua estrutura ser simples, existem regras sobre como colocar os jogadores na chave, definir quem são os cabeças de chave e onde devem ficar os BYES, dependendo do número de participantes.

2 - Consolação ou espelho

Uma variação interessante da chave de eliminatória simples é a chave de consolação ou espelho. Jogadores que perdem a partida da primeira rodada são posicionados em uma outra chave à esquerda.

Chave de eliminatória simples com consolação ou espelho

A vantagem deste modelo é que atletas derrotados no primeiro jogo têm uma oportunidade de prolongarem sua participação no torneio.

3 - Consolação ou espelho com grande final

Incrementando a chave de consolação ou espelho, você pode criar um novo jogo entre os vencedores de cada chave tendo assim, um único campeão e vicecampeão do torneio.

É uma forma de você manter as vantagens da estrutura de consolação ou espelho reduzindo os custos com a competição pois terá apenas 2 troféus ao invés de 4.

4 - Dupla consolação

Derivada da chave de consolação ou espelho temos a chave de dupla consolação. Seu funcionamento básico é o mesmo do anterior, com a diferença de que os derrotados tanto na primeira quanto na segunda rodada irão jogar a chave da esquerda.

Chave de eliminatória simples com dupla consolação

Este modelo oferece aos atletas a oportunidade de realizar mais jogos e assim permanecem prestigiando o evento por um tempo maior. Ao montar esta chave, cuidado para não criar confrontos repetidos logo nas primeiras rodadas da chave de consolação. Repare como os jogadores que perderem os jogos 05 e 06 devem ser invertidos.

5 - Grupo

Com poucos participantes em um torneio uma bela opção para sua competição é criar um grupo onde todos participantes jogam contra todos.

Estrutura de torneio de grupo

Nesta estrutura o único cuidado é definir bem os critérios de desempate. Caso o campeão não seja invicto nos jogos irá acontecer um empate, e ter o regulamento antes de iniciar o torneio evita confusões. Você pode criar uma tabela de classificação para ficar claro para os participantes como está sendo o desempenho de todos.

6 - Masters ou finals (misto)

Nada mais é do que um torneio com dois grupos onde os dois primeiros colocados são classificados para uma chave de eliminatória simples com semifinal e final. A principal competição profissional que usa este formato é o ATP World Tour Finals.

Além do mesmo cuidado do modelo anterior, caso este torneio seja o encerramento de um ranking entre os melhores colocados, defina com clareza quais são os critérios para o sorteio. Não há uma unanimidade sobre qual o melhor critério e este assunto vale um post dedicado.

7 - Multigrupo

Que tal sair do padrão? Alguns clientes que usam a Lptennis para gerenciar torneios de beach tennis criam competições com a mesma lógica do master/finals, mas ao invés de 2 grupos criam 5 ou 6 tendo 1 ou 2 classificados por grupo.

Planeje corretamente a disponibilidade de quadras ao usar este formato. A quantidade de grupos e classificados por grupos gera uma chave de eliminatória simples com tamanho proporcional.

8 - Repescagem

Este tipo de torneio é ideal quando você quer dar uma chance para os derrotados no primeiro jogo continuarem no torneio mantendo apenas uma única chave ao invés de duas.

Estrutura de torneios com repescagem

Em uma fase de qualifying é realizado confrontos diretos entre os jogadores participantes. Os vencedores se classificam para a fase de chaves e os derrotados irão realizar um novo confronto entre sí. Os vencedores desta segunda partida também disputarão a fase de chaves.

Você deve ter a mesma atenção da Dupla Eliminatória e não realizar confrontos repetidos muito cedo. Repare como tem uma inversão dos jogadores vencedores do jogo 05 e 06 para não ter a possibilidade de acontecer os mesmos confrontos da fase de qualifying.

9 - Classificatória

Num primeiro momento é realizado um confronto direto entre os participantes. Os vencedores e perdedores são separados em 2 chaves: A e B.

Chave de torneio com classificatória

Parece um pouco com a chave de consolação ou espelho. A diferença é que para a montagem das chaves A e B é realizado um novo sorteio a fim de definir a posição de cada jogador na tabela e quem serão os cabeças de chave. Um bom critério para definir isso é levar em consideração saldo de sets e games.

Este tipo de chave é ideal para torneios abertos onde não se sabe o nível dos jogadores ou não existe um ranking para se ter base.

10 - Dupla eliminatória

Como o nome já diz, neste modelo, para um jogador ser eliminado ele deve ter duas derrotas, uma na chave principal e uma na chave de consolação (parte inferior).

Chave de torneio com dupla eliminatória

Ótima opção para manter um alto engajamento dos atletas e mantê-los no local do evento por um bom tempo, criando vínculos e uma maior diversão para os envolvidos.

Quer criar estes tipos torneios de uma maneira simples e fácil?

Nos exemplos acima, as chaves possuem apenas 8 jogadores. Conforme o número de participantes aumenta, proporcionalmente o trabalho para gerenciar as competições também irá crescer. Além disto você deverá levar em consideração outras regras e possibilidades que poderão aparecer.

Para não ter que se preocupar com isso, focar na diversão e criar um ambiente agradável a todos, utilize a plataforma Lptennis.com. Crie e gerencie suas competições sem perder tempo e com poucos cliques.

Exemplo de Chaves de Torneio na Lptennis

Além de facilitar o seu dia-a-dia, os jogos das competições geram gráficos e relatórios de acompanhamento, H2H (head-to-head) para os jogadores e avisos automáticos para ninguém dar WO. Você também pode integrar seus torneios a um ranking, realizando uma competição semestral ou anual semelhante ao circuito profissional da ATP.


Gostou de conhecer estes diferentes modelos de torneio? Comente o que achou e nos diga se você organiza ou participa de torneios com estruturas diferentes destas.

Paulo Schiavon

Sócio fundador da Lptennis, formado em ciência da computação e cursou economia na FGV. Possui 15 anos de experiência atuando em diversas empresas. Nutrição pré-jogo baseada em paçoca.

São Paulo, Brasil http://Lptennis.com/paulo

Você conhece a Lptennis.com?


É uma plataforma onde é possível criar e gerenciar rankings, torneios, barragens, aulas, clínicas, metodologia, locações, agenda de quadras e finanças.

Os jogadores interagem com os gestores a partir de uma rede social exclusiva para o tênis e possuem painel de desempenho, H2H e histórico de jogos.

Saiba mais em Lptennis.com




Inscreva-se no Blog da Lptennis.com

Receba nossos artigos e atualizações diretamente no seu e-mail.

ou inscreva-se via RSS com o Feedly!